Como fazer um bom resumo

0
813

Os resumos são ferramentas preciosas para quem procurar otimizar o seu tempo, seja nos estudos, seja no emprego. Um bom resumo abrevia a informação essencial de um outro conteúdo. Seja ele um texto literário, uma tese, uma investigação… Consiste em reter apenas os dados essenciais e mais importantes.

Para aprender a fazer um bom resumo precisa de saber que, antes de mais, um resumo é um tipo de texto abreviado, mas coerente, feito a partir de um outro e que permite que o original seja amplamente compreendido por quem não teve acesso à versão integral.

A vantagem de se apostar na realização de resumos é que ao fazê-lo conseguimos reter melhor a informação.  Em simultâneo poderemos posteriormente aceder mais facilmente a determinado tema antes de, por exemplo, um exame ou uma apresentação.

Para fazer um resumo eficaz o primeiro passo é:

    • Ler a obra original na integra
      Deverá dedicar algum tempo a esta tarefa para que o consiga fazer com calma e assimilar melhor o assunto. Caso surja alguma dúvida durante a leitura deverá esclarecê-la o quanto antes para garantir que percebe bem o texto e só depois deverá continuar a ler.
    • Reler a obra
      Ao fazer uma segunda leitura, aproveitando para destacar os dados que considerar mais importantes, vai assegurar uma melhor compreensão da obra. Lembre-se que cada parágrafo contém uma palavra-chave e cada capítulo um parágrafo imprescindível.
    • Começar a escrever uma composição diferente do texto base, numa folha em branco, recorrendo ao seu próprio vocabulário mas registando as ideias principais
    • Reler a versão final do seu resumo, assegurando-se que está compreensível e que qualquer pessoa que o leia vai ficar a conhecer a obra original.
Um bom resumo deve corresponder, no máximo, a 30% do original. Ou seja: caso o texto-base tenha 100 páginas, o resumo não deverá nunca superar as 30 páginas. Se conseguir fazê-lo num número muito abaixo e ainda assim conseguir manter a coerência, tanto melhor. Uma vez mais, aqui a regra passa por se assegurar que quem não leu o texto-base consegue entender perfeitamente o seu resumo.

Um bom resumo deve ainda conseguir responder a todas estas perguntas:

  • Qual é o tema principal do texto original?
  • Quais são os temas secundários?
  • Há alguma relação entre os temas principais e secundários? Se sim, quais?
  • Onde e como se desenvolve o tema ou a ação?
  • Qual é a conclusão do tema ou da ação?

Faça os seus resumos tendo em conta estas recomendações e verá que passará a ter melhores resumos, menos tempo despendido com os estudos e até mesmo melhores notas.